Imagem não encontrada
Empreendedorismo

Como abrir um MEI para revender semijoia

Postado em 10/03/2021 às 17:17 por Maria Bonita

Para se tornar uma consultora Maria Bonita você não precisa, necessariamente, ter um CPNJ. Mas, é interessante para formalizar o seu negócio. É por isso que surgiu o MEI, o Microempreendedor Individual foi criado para facilitar a formalização de pequenos empreendedores de maneira simples e sem burocracia. E, para mantê-lo e obter as vantagens do CNPJ, você precisa pagar mensalmente o Simples Nacional, que representa todos os impostos devidos, cujo valor varia de acordo com a segmentação que você irá trabalhar.

 

Como saber se posso ser MEI?

Para se enquadrar como MEI, é preciso cumprir algumas condições:

  • Ser maior de 18 anos. Para menores de idade, ser legalmente emancipado.

  •  Ter faturamento de no máximo R$81 mil por ano;
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outro empreendimento;
  • Não ter mais de 1 funcionário contratado;
  • Exercer uma das mais de 400 atividades econômicas permitidas ao MEI

 

Quando irei pagar por mês?

Com o novo mínimo, definido em R$ 1.100 para 2021, estes são os valores mensais da DAS: R$ 56 para indústria ou comércio; R$ 60 para prestação de serviços; e R$ 61 para comércio e serviços juntos. No caso de revenda de semijoias, você estará enquadrada na primeira categoria (R$ 56 para indústria ou comércio).

 

Quais são as vantagens de ser MEI?

As vantagens de ser MEI incluem direito à previdência social, modelo simplificado de tributação, inscrição no CNPJ sem custo e sem burocracia, entre outros benefícios de ser MEI. Confira abaixo:

  • Direito a benefícios previdenciários: aposentadoria por idade ou por invalidez, auxílio-doença, salário-maternidade e pensão por morte (para a família);

  • Acesso a produtos e serviços bancários, como crédito, com condições especiais para Microempreendedor Individual;
  • Modelo simplificado de tributação, com um valor mensal relativamente baixo e fixo referente aos tributos (INSS, ISS ou ICMS);
  • Inscrição no CNPJ sem custo e sem burocracia;
  • Possibilidade de emitir nota fiscal;
  • Oportunidade de vender para o governo;
  • Acesso a apoio técnico do Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.
  •  Salário-maternidade, auxílio-doença, auxílio-idoso, aposentadoria por invalidez, Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social.

 

 Como posso me cadastrar?

O cadastramento é feito diretamente no site Portal do Empreendedor (clique aqui). Basta preencher o formulário com seus dados pessoais. Caso ainda restem dúvidas, você pode entrar em contato com o SEBRAE por meio do telefone 0800-570-0800.

 

Cheiro! <3

 

 


  Voltar